Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
Publicite Aquí
InícioNacionalDívida à Empresa de Águas chega a 200 milhões no Cuanza-Sul

Dívida à Empresa de Águas chega a 200 milhões no Cuanza-Sul

O presidente do Conselho de Administração da Empresa Provincial de Águas e Saneamento do Cuanza-Sul, Januário Bernardo, mostrou-se preocupado com o aumento da divida dos principais clientes, que tem criado constrangimentos ao bom funcionamento.

Januário Bernardo falava, na quarta-feira, no Sumbe, sobre o funcionamento da empresa, no final de uma visita guiada a quadros de órgãos da comunicação social do Cuanza- Sul: Jornal de Angola, Angop e Rádio Nacional. Fez saber que a dívida em causa está avaliada em cerca de 200 milhões de Kwanzas, com contratos de ligação domiciliar, de empresa do Comércio, serviços, com realce para empresas públicas.

O responsável apontou que, por força da dívida, a empresa começa a sentir impactos negativos que têm vindo a pôr em causa o bom funcionamento, tendo reflexos na tesouraria, como dificuldades para pagar salários, impostos, cumprir as obrigações com fornecedores e outros serviços.
A situação, de acordo com o gestor, implica a redução da possibilidade de novos investimentos e da oferta de trabalho no sector de Águas. Januário Bernardo aproveitou para apelar aos cidadãos e aos responsáveis de empresas com dívidas para regularizarem a conta e ajudarem a empresa a crescer e melhorar a prestação dos serviços às populações.

À excepção do município do Sumbe, recordou, os sistemas de abastecimentos de águas enfrentam limitações de varias ordem, desde problemas com as infra-estruturas, que se encontrarem obsoletas e falta de capacidade técnica dos recursos humanos a nível local. O responsável pediu às autoridades locais que proíbam os banhos e a lavagem de roupa ao ar livre, na área do Centro de Captação e Tratamento de Água, no rio Cambongo.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments