Sábado, Janeiro 28, 2023
Publicite Aquí
InícioDesportoGolfistas disputam vagas no Nacional de Empresas

Golfistas disputam vagas no Nacional de Empresas

A oitava edição do Campeonato Nacional de Empresas, denominado “The Golf Cup Unitel BFA”, tem início hoje, às 7h00, no campo do Resort Mangais, Barra do Kwanza, em Luanda, com a participação de 72 golfistas.

Os concorrentes vão disputar a primeira etapa das quatro previstas, naquela que é tida pelos mais directos intervenientes como a prova mais importante do calendário da Federação Angolana de Golfe (FAGOLFE), segundo Tomás Fonseca, membro da organização.

Este é o segundo ano consecutivo que o campeonato é disputado no contesto da pandemia. Fonseca congratula-se pelo facto deste ano o The Golf Cup Unitel BFA ter conseguido congregar mais patrocinadores em relação à edição transacta.
Apesar de ser uma organização profissional, um dos critérios para disputar é ser golfista amador, desde que esteja inscrito em representação de alguma empresa.

“São quatro etapas de qualificação. Cada uma comporta 72 jogadores, distribuídos por 36 equipas. São apuradas para a final, que é sempre disputada fora de Angola. Neste particular, o grande problema prende-se com a pandemia, por conta das restrições de voo, períodos de quarentena e outros condicionalismos”, disse.

Para aquele responsável, o facto de a final ser disputada além fronteiras, num campo de prestígio, com todas as despesas de viagem pagas pela organização, acaba sendo o “grande prémio” para as 12 equipas finalistas, com dois golfistas cada uma.
 África do Sul, Namíbia, Eswatini e Portugal foram os distintos palcos das finais já disputadas até aqui. Segundo ainda o responsável, as inscrições da etapa inaugural estão esgotadas há um mês. Para a segunda, agendada para 25 de Setembro, restam apenas seis vagas.

“Esta é a única organização que consegue esgotar as vagas com muito tempo de antecedência”, sublinhou Tomás Fonseca.     
A organização exige a todos os inscritos que a leitura do regulamento actualizado é imprescindível e obrigatório, sob pena de desqualificação em caso de desconhecimento e incumprimento.

Todos os participantes são submetidos a testes de despiste de Covid-19, à chegada, como recomendam as autoridades sanitárias para as provas oficiais. Os resultados são apurados, 15 minutos depois, pelo corpo médico destacado naquele local.
“Só depois da confirmação negativa os competidores têm os 45 minutos para fazer o aquecimento. Os custos ficam à custa das empresas patrocinadoras”, aclarou.

Fonseca considera, por outro lado, que o torneio agrega valores aos patrocinadores que, por sua vez, trazem o prestígio esperado numa prova com a dimensão do Campeonato Nacional de Empresas The Golf Cup Unitel BFA.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments