Domingo, Abril 21, 2024
Publicite Aquí
InícioSociedadeHospitais em Luanda reforçam equipa médica durante a quadra festiva

Hospitais em Luanda reforçam equipa médica durante a quadra festiva

Segundo Carlos Zeca, cada banco de urgência vai ter quatro médicos em serviço, sem contar o pessoal de apoio, sendo que a prevenção no hospital começa precisamente hoje e termina no dia 2 de Janeiro. Malária, gripes, doenças diarreicas agudas, pneumonia,  traumatismo de diversas ordens causados pelos acidentes rodoviários, são os casos mais frequentes registados naquela unidade sanitária.

Pelo menos 10 casos de traumatismo, causados por acidentes de viação, ocorridos com maior frequência na Via Expressa Fidel de Castro Ruz, dão entrada diariamente no Hospital Geral de Luanda, deu a conhecer o director- geral da unidade sanitária .

Carlos Zeca disse que, só no dia de ontem, a unidade sanitária registou um total de 17 casos de traumatismo, sendo este o maior número dos últimos dias. No âmbito da Quadra Festiva, a tendência é haver um aumento substancial de sinistrados no Hospital Geral de Luanda, devido ao excesso no consumo de álcool, intoxicação alimentar, excesso de velocidade nas estradas e violência física, com recurso a armas brancas e de fogo, referiu o responsável.

Pediatria de Luanda

O Hospital Pediátrico de Luanda aumentou o número de profissionais para atender todos os casos que possam surgir durante a Quadra Festiva, garantiu o director-geral, Francisco Domingos. 

Malária, doenças respiratórias, diarreicas agudas, infecções de recém-nascidos, problemas cirúrgicos de urgências e complicações dos doentes de falciformação, são os casos mais frequentes, numa altura em que à unidade ocorrem , em média, 200 crianças, das quais 50 acabam por internar .
Em relação a medicamentos e material de apoio, Francisco Domingos explicou que a unidade sanitária dispõe de stock para atender todos os pacientes internados e não só. 
Josina Machel 

No Hospital Josina Machel, as equipas de trabalho foram reforçadas para atenderem com eficácia todos os casos que derem entrada nestes dias festivos, e os bancos de urgências de Medicina e de Cirurgia terão em prontidão 17 médicos apoiados por enfermeiros, técnicos de laboratório e os demais pessoal de apoio.

O director-geral, José Ecomba, garantiu que em termos de medicamentos e material gastável está salvaguardado. O paciente que der entrada no hospital não precisa de comprar nada na rua, como vinha acontecendo num passado recente.O Banco de Urgência do Hospital Josina Machel, atende em média entre 250 e 300 pacientes, com malária, hipertensão, diabetes, AVC e traumatismos cranianos, resultantes de acidentes de viação.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments