Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Publicite Aquí
InícioNacional“Kwenda” abrange 906 famílias vulneráveis

“Kwenda” abrange 906 famílias vulneráveis

Mais de 60 milhões de kwanzas foram desembolsados, desde Maio do ano passado, para o apoio de 906 famílias desfavorecidas no município do Cuito Cuanavale, no quadro do Projecto de Transferências Sociais Monetárias, denominado “Kwenda”, que consiste na atribuição de um subsídio trimestral a cada agregado familiar de 25.500 kwanzas.

O chefe de departamento do Fundo de Apoio Social (FAS) no Cuando Cubango, Zeferino Cavalo, fez saber que as aludidas famílias  já beneficiaram do terceiro pagamento trimestral. “Muitas famílias com o dinheiro que receberam  conseguiram desenvolver a pesca artesanal, produção agrícola e a criação  de animais”, realçou, informando que para o cadastramento das famílias o FAS mobilizou 54 Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS) do município.

“Nesta primeira fase do Kwenda no Cuito Cuanavale, o FAS só está dedicado a Transferências Sociais Monetárias, depois vai arrancar com o projecto de Inclusão Produtiva”, sublinhou.

No Cuito Cuanavale, disse, foram cadastrados 12.832 agregados familiares, dos quais apenas 906 beneficiam do projecto-piloto do Kwenda, e os restantes aguardam pela segunda fase.

Apoios vão chegar ao Cuchi

Segundo Zeferino Cavalo, os ADECOS vão cadastrar toda a população do município do Cuchi, para se apurar quantas famílias existem na localidade, e comparar com os dados estatísticos fornecidos pela Administração Municipal, que apontam para cerca e nove mil agregados familiares.

“Feito este processo, o segundo passo será determinar as famílias que devem beneficiar das Transferências Sociais Monetárias ou as que serão encaminhadas para os programas de Municipalização da Acção Social, Cadastro Social Único ou a Inclusão Produtiva”.

“Ainda é prematuro”, prosseguiu,”avançar o número  de famílias que vão ser contempladas com os dinheiros do Kwenda no Cuchi, porque primeiro têm de ser seleccionadas aquelas que, realmente, vivem em situação de extrema pobreza e que não recebem um outro subsídio ou salário de uma instituição do Executivo”, esclareceu.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments