Sábado, Janeiro 28, 2023
Publicite Aquí
InícioPolíticaLuísa Damião incentiva a produção agrícola

Luísa Damião incentiva a produção agrícola

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, entregou, no sábado, a alguns camponeses do município do Bailundo, na província do Huambo, instrumentos agrícolas para o fomento da agricultura.

A número dois na hierarquia do MPLA entregou um tractor, charruas e alfaias, enxadas, fertilizantes e sementes diversas para o relançamento da agricultura no município do Bailundo.

A entrega dos instrumentos agrícolas decorreu no fim dos trabalhos do primeiro encontro inter-provincial dos secretariados executivos das comissões executivas  dos organismos intermédios do MPLA da região centro que congrega as províncias de Benguela, Bié, Cuanza-Sul e Huambo.

Segundo a Angop, Luísa Damião reafirmou o compromisso do MPLA na resolução dos problemas das populações. O partido, disse, é uma marca comprometida com as aspirações do povo angolano, por isso, ao dar conta dos erros adoptou o lema de governação “Melhorar o que está bem, corrigir o que está mal”, com a implementação de várias reformas económicas, sociais e políticas.

 A vice-presidente do MPLA dirigiu a assembleia de militantes no município do Bailundo e visitou a co-muna da Luvemba, onde avaliou o grau de execução das obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), e também esteve na Ombala Mbalundo.

A dirigente terminou sua jornada de trabalho na província do Huambo onde manteve  um encontro com os pri-
meiros secretários das províncias de Benguela, Bié, Cuanza-Sul e Huambo.

A vice-presidente visitou também o município da Caála, onde se inteirou do grau de funcionamento das estruturas de base do partido e concedeu audiência a diversas individualidades da sociedade civil.

  Bento Bento quer militantes  comprometidos

O primeiro secretário  do MPLA em Luanda, Bento Bento, disse que quer militantes comprometidos nos comités municipais do partido na província.
O político falava no sábado, num acto de massas de exaltação do presidente do MPLA, João Lourenço, no distrito urbano dos Ramiros, município de Belas.
Bento Bento referiu que até ao próximo ano o partido vai reestruturar as direcções a nível dos municípios, colocando quadros comprometidos com a resolução dos problemas das populações. 

A ideia, sustentou, é afastar os quadros não comprometidos com o partido, acrescentando que “existem quadros que não cumprem as orientações do partido, faltam às actividades e fomentam intrigas, manchando a imagem do MPLA”.
 O primeiro secretário provincial, citado pela Angop, disse que o partido precisa contar com os militantes mais destacados, disponíveis e capacitados para poderem dar resposta aos programas do MPLA em Luanda.

O político alertou aos militantes que o momento é de união e de  cerrar fileiras para tornar o partido mais forte em toda a sua estrutura, sendo que, “para que tal aconteça, é preciso indicar os quadros certos nos lugares certos para vencer em 2022”.

Deplorou a atitude dos militantes que participam nas reuniões e não emitem opiniões, mas manifestam insatisfação nas redes sociais. O dirigente aconselhou aos militantes a colocarem as suas ideias em fóruns próprios e a deixarem de passar a imagem de que o MPLA em Luanda está dividido.

Bento Bento visitou o militante Manuel Francisco Tuta e a sede dos Antigos Combates e Veteranos da Pátria nos Ramiros, auscultou as populações e ofereceu bens alimentares e electrodomésticos.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments