Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Publicite Aquí
InícioSociedadeMilhares de cartas e livretes à espera dos proprietários

Milhares de cartas e livretes à espera dos proprietários

A direcção de Trânsito e Segurança Rodoviária tem em sua posse 66.165 livretes e 7.861 cartas de condução a aguardar por levantamento.

Quem o diz é o chefe do Departamento de Comunicação Institucional e Imprensa da Direcção de Trânsito e Segurança Rodoviária (DTSR), superintendente-chefe Adriano do Rosário, acrescentando que parte dos referidos documentos foram entregues aos proprietários, sábado e domingo, durante a feira do acidente, realizada no parque do Hipermercado Kero, no Kilamba.
A feira do acidente foi organizada pelo Comando Municipal de Belas da Polícia Nacional.

O superintendente-chefe Adriano do Rosário apelou aos cidadãos a se dirigirem aos postos de atendimento da DTSR e levantar os documentos tratados entre 2013 a Outubro de 2020.
Explicou que muitos cidadãos aderiram à feira e, na sua maioria, foram cadastrados para receberem as cartas e livretes ao longo da semana.
Para evitar acumular mais documentos, disse, optou-se pela impressão da carta ou livrete na hora em que o proprietário solicita.

Acrescentou que a campanha de entrega massiva de cartas de condução vai decorrer em todos os municípios de Luanda, até ao dia 10 de Junho. Na próxima semana, referiu, vão ser montadas tendas de atendimento no município do Cazenga.
Disse que diariamente são atendidas entre 300 a 400 cidadãos nos cinco postos de atendimento da DTRS, nomeadamente no SIC do Zango, de Cacuaco e de Talatona, na Direcção do Trânsito no Palanca e nas antigas instalações na baixa de Luanda.

Segundo Adriano do Rosário, as províncias do Namibe, Cuanza-Norte, Bengo e Huambo estão igualmente a proceder a entrega de cartas e livretes, imprimidos até Outubro do ano passado.
“Tão logo termine a entrega de cartas e livretes imprimidos entre 2013 a Outubro de 2020 vamos atender os cidadãos que trataram estes documentos entre Novembro do ano passado até ao presente ano”, sublinhou Adriano do Rosário, acrescentando que a campanha de entrega massiva de cartas e livretes, realizada em 2019, permitiu entregar mais de cinco mil documentos, entre cartas e livretes.

 Feira do acidente 

O Comando Municipal de Belas da Polícia Nacional realizou a feira de acidentes com o objectivo de chamar a atenção aos automobilistas e peões sobre os perigos que os mesmos representam naquele município de Luanda.
O chefe de Secção de Acidentes do Comando Municipal de Belas da Polícia Nacional, intendente Manuel Adriano, disse que, no primeiro trimestre desse ano, foram registados 131 acidentes, que causaram 13 mortos (mais cinco em relação a igual período do ano passado) e 33 feridos (mais 25).

Manuel Adriano disse que a violação de forma sistemática e consciente dos sinais de trânsito, como os semáforos, e o excesso de velocidade são as principais causas dos acidentes de viação no Distrito Urbano do Kilamba.
A travessia desordenada de peões ao longo da Avenida Fidel de Castro, referiu, tem contribuído para os acidentes por atropelamento.

Disse que muitos cidadãos negam-se em fazer a travessia nas 18 pedonais existentes na referida avenida.
Prometeu que vão continuar a sensibilizar os automobilistas no sentido de cumprirem o Código de Estrada.
Acrescentou que, aos finais de semana, 15 a 20 condutores são apanhados a conduzir sob efeito de álcool e conduzidos a tribunal, para julgamento sumário.

O porta-voz da Polícia em Luanda, intendente Nestor Goubel, disse que a condução em estado de embriaguez constitui uma grande preocupação para o Comando Provincial, que tem realizado operações Stop em vários municípios, que têm permitido o encaminhamento de centenas de cidadãos aos tribunais.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments