Quarta-feira, Novembro 29, 2023
Publicite Aquí
InícioDesportoPercalços pressionam Petro e Sagrada na 29ª jornada

Percalços pressionam Petro e Sagrada na 29ª jornada

Os percalços de Petro de Luanda e Sagrada Esperança, empate 0-0 e derrota 0-1, frente ao Cuando Cubango FC e Recreativo da Caála, deixa os dois candidatos à conquista do título de campeão pressionados para a disputa da 29ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola 2020/2021.

Igualados na tabela classificativa com 64 pontos, Petro e Sagrada sabem que um deslize frente ao Desportivo da Huíla e Progresso Sambizanga, hipoteca o principal objectivo da época e a dois jogos para a conclusão da competição ambos parecem determinados a manter a incógnita e a decidir quem será o campeão apenas no confronto directo.

Portanto, chegarem em igualdade de circunstâncias ao derradeiro tira-teimas, entre ambos, agendado para o próximo mês  em Luanda, proporcionará aos sócios, adeptos, críticos desportivos, jornalistas e demais interessados, um desafio com cariz de final e cuja memória recente não tem registo de situação semelhante, sobretudo por nos últimos anos o 1º de Agosto ter ganho sem recurso a ronda definitiva.

Sedentos, pois não erguem a taça, Petro de Luanda desde 2009 e Sagrada Esperança, 2005, na inédita conquista, certamente tudo farão para não desperdiçarem soberana oportunidade, mas para isso é imperioso transcenderem “muralhas”.
O Desportivo tem-se revelado um “osso duro de roer” para os tricolores do Eixo Viário. Os petrolíferos às ordens de Mateus Agostinho “Bodunha” têm deslocação difícil ao reduto da formação huilana liderada por Mário Soares.

A escorregadela, segunda-feira, no Estádio 11 de Novembro, ante o Cuando Cubango, na 12ª posição, com 29 pontos, obriga Bodunha e pupilos a terem de suar a bem suar para conquistarem os três pontos.
Jaime Sousa e Silva “Nejó”, técnico-adjunto do Petro, valorizou, no final da partida, o desempenho dos jogadores mas reconheceu haver muito ainda por melhorar.

Orientados por Roque Sapiri, os lundas recebem na cidade do Dundo, o Progresso Sambizanga, ainda a discutir a permanência na primeira divisão da prova, apesar de ocupar o 10º lugar com 31 pontos, mais dois em relação ao Cuando Cubango e a Baixa de Cassanje.

Com o moral em alta mesmo tendo sido derrotada, a formação diamantífera, soube o Jornal de Angola, está confiante para o desafio diante dos sambilas liderados por Hélder Teixeira.
Eis os outros jogos da jornada cujos horários ainda não estão definidos: 1º de Agosto – Santa Rita de Cássia, Baixa de Cassanje – Interclube, Recreativo do Libolo – Wiliete, Bravos do Maquis – Recreativo da Caála, Ferrovia – Sporting de Cabinda e Cuando Cubango – Académica do Lobito.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments