Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023
Publicite Aquí
InícioEconomiaReconversão da Economia Informal regista 15 pedidos de crédito

Reconversão da Economia Informal regista 15 pedidos de crédito

Total de 15 pedidos de crédito, avaliados em 61,3 milhões de kwanzas foi registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal (PREI), na semana passada (17 a 21 de Maio), informou, ontem, o secretário de Estado para a Economia.

Mário Caetano João, que apresentava em Luanda, as actividades realizadas pelo sector, disse que desde a operacionalização da linha de financiamento de micro-crédito das Medidas do Alívio Económico, foram registados 2.362 pedidos num valor aproximado de 5,5 mil milhões de kwanzas.

Do número de pedidos solicitados, na semana passada, foram efectivamente financiados a sete candidatos em quatro sectores de actividade, no valor de 16,9 milhões de kwanzas, sendo os produtos e Serviços da cadeia de agronegócio (13,4 milhões), logística e distribuição de produtos agroalimenta e de pesca (2,0 milhões), reciclagem de resíduos sólidos urbanos (1,0 milhões) e processamento alimentar (500 mil).
O stock de financiamento desde o início da operacionalização da linha situa-se em 1,9 mil milhões de kwanzas. Desde a operacionalização da linha de microcrédito, foram criados 2. 460 postos de trabalho.

Acesso ao crédito
Na semana em análise, avançou, não foram reportados novos projectos aprovados, sendo que transitaram para a banca 38 novos projectos e, no total, encontram-se em negociação na banca 95, dos quais 69 através do Aviso 10/20 do BNA, um da linha de crédito Deutsche Bank, igual número no Decreto Presidencial 98/20 (bens de origem nacional), e 24 no Programa de Apoio ao Crédito.
No geral, desde 2019, os instrumentos e produtos financeiros ao dispor do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI) viabilizaram a aprovação de 780 projectos, perspectivando aproximadamente 50 mil postos de trabalho.

Os projectos aprovados ascendem a um valor aproximado de 539,9 mil milhões de kwanzas. No domínio do ambiente de negócios, o sector realizou várias acções em que se destaca o relacionado com a finalização da proposta de plano de acção de melhoria do ambiente de negócios para o ano 2021, bem como o do início de um ciclo de divulgação das reformas implementadas em 2020 e com impacto na avaliação do Banco Mundial.

Durante o período em análise, foram desbloqueados e entregues aos promotores cinco certificados de não devedores do INSS, somando já desde o início do ano, um total de 211 documentos diversos.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments