Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
Publicite Aquí
InícioCulturaRitmos angolanos promovidos no Brasil

Ritmos angolanos promovidos no Brasil

Os ritmos angolanos vão estar em evidência nesta edição do projecto online, “Estúdio Zuka Mwangolê”, que apresenta aulas de dança, do estilo forró, aos domingo, às 19h00, com transmissão nas plataformas digitais Tiktok e Youtube.

O projecto, iniciativa do colectivo Kizomba Yetu, de São Paulo, Brasil, foi inaugurado em Maio deste ano e conta com a participação especial do DJ angolano Josemar, residente no Brasil, que tem promovido estilos musicais nacionais, como semba, kizom-ba, kuduro e afro-house.
A professora brasileira Vanessa Dias, especialista em danças angolanas, disse que o colectivo Kizomba Yetu pretende com a iniciativa incentivar e despertar o gosto por esta arte, através da realização de aulas gratuitas, aos domingos, no âmbito das tradicionais “Festas Juninas” do Brasil.

Para a professora, a ideia é tornar o projecto numa referência a nível de São Paulo e internacional. “Queremos ser uma marca na valorização das danças populares brasileiras e angolanas, em São Paulo, de forma a fortalecer, respeitar e cultivar as origens e laços culturais entre os dois povos, com uma relação de amizade de anos”, reforçou.

A iniciativa, disse, foi feita para criar maior empatia e aproximação entre interessados, por meio de vídeos diários de dicas, demonstrações e bastidores do trabalho, “numa perspectiva de diálogo e interacção permanente, mesmo virtual”.
Vanessa Dias, que é a coordenadora do projecto,  considera-o “uma oportunidade única para proporcionar, pela dança, uma experiência singular”.

Forró em Angola
Em 2017, Targino Gondim e Raimundo Sodré, ícones do forró, estilo de música nordestina do Brasil, foram as atracções do primeiro “Arraiá Bem Brasil”, realizado na Fortaleza de São Miguel, em Luanda.
O “Arraiá Bem Brasil” é baseado na tradição da “Festas Juninas”, realizada entre Junho e Julho. Organizado pela Associação de Empresários e Executivos Brasileiros em Angola (Aebran), com o apoio da Embaixada do Brasil em Luanda e do Centro Cultural Brasil Angola (CCBA), o êxito do projecto já está a motivar a preparação de uma segunda edição, durante as festividades da independência do Brasil, a 7 de Setembro.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments