Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023
Publicite Aquí
InícioEconomiaVendas de 690 milhões de dólares na Endiama

Vendas de 690 milhões de dólares na Endiama

A Endiama obteve receitas de 690 milhões de dólares com a venda de diamantes no primeiro semestre, superando em 1,3 por cento as metas previstas para aquele período, de acordo com o presidente do Conselho de Admnistração da empresa estatal, Ganga Júnior.

Em declarações à imprensa, no final  de um encontro  de balanço  da produção semestral de  diamantes  com as 13 empresas de exploração industrial das províncias da Lunda-Norte e Lunda-Sul , Ganga Júnior reafirmou as perspectivas que apontam para uma produção de  nove milhões quilates de diamantes.

“O nosso programa de produção para este ano aponta  para cerca de nove milhões de quilates e, para o primeiro semestre deste ano, esse programa está sobrecumprido em volta de 1,3 por cento”, apesar das limitações impostas pela pandemia da Covid-19,  o que abre boas perspectivas até ao final do ano, considerou Ganga Júnior.

O presidente do Conselho de Administração da Endiama disse que, num dos seus principais traços, o grupo destaca-se pela relativa estabilidade  financeira das empresas, com a Sociedade Mineira do Catoca, em Saurimo, Lunda-Sul, a continuar a ser uma referência no país em relação à exploração de kimberlitos.

Quanto à exploração aluvionar, as  minas do Lunhinga, Uari e Kaixepa (município do Lucapa), Chitototolo (Ambulo) e a Sociedade Mineira do Cuango (Cuango), na Lunda-Norte,  estão também no bom caminho, disse o líder da Endiama. 

Ganga Júnior referiu que a Sociedade Mineira do Luminas, município do Cuango, encontra-se em  reestruturação profunda,  para  que, futuramente, a gestão passe exclusivamente para a  Endiama.

O responsável afirmou que, como todo o sub-sector diamantífero angolano, a Endiama atravessa dificuldades relacionadas com a insuficiência técnica de envelhecimento dos  especialistas, apontando a necessidade de se renovar os recursos humanos, tendo promovido, recentemente, uma operação de recrutamento de 100 técnicos licenciados nas áreas de Geologia, Mecânica, Minas e Geofísica. A  selecção vai ser feita mediante o desempenho de cada um, durante o período de estágio. 

Novo projecto

O presidente do Conselho de Administração do grupo diamantífero anunciou, para breve, a entrada em funcionamento do projecto mineiro do Cassanguidi, no município do Cambulo, província da Lunda-Norte, apontando a companhia como detentora da gestão desse projecto.

Fonte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments