Domingo, Maio 19, 2024
Publicite Aquí
InícioSociedadeAcusados de vender testes falsos estão em liberdade condicional

Acusados de vender testes falsos estão em liberdade condicional

Segundo o porta-voz daquele departamento, Jeremias Kayeye, que prestou a informação em conferência de imprensa, foram, também, postos em liberdade condicional, os dois técnicos administrativos da Secção Municipal da Saúde do Lubango, acusados de venderem testes com resultados negativos falsificados da Covid-19, no Aeroporto Internacional da Mukanka.

Entretanto, as autoridades reforçaram o sistema de controlo de obtenção de resultados de testes à Covid-19, garantiu, o porta-voz da Saúde Pública, Jeremias Kayeye.

Jeremias Kayeye esclareceu que, para efectuar o teste da Covid-19, antes, se deve pagar o valor determinado. Explicou que o pagamento dos testes, independentemente da tipologia, é feito na Conta Única do Tesouro. “Mediante a exibição do comprovativo, efectua-se o teste, para seguidamente, em função do resultado, o cidadão receber o certificado.

Esclareceu que no âmbito das acções de prevenção e combate à Covid-19, foram criados, na cidade do Lubango, província da Huíla, dois postos de testagem, junto ao Hospital Sanatório e ao Aeroporto Internacional da Mukanka, arredores da cidade do Lubango.

“Não é o chefe do Departamento de Saúde Pública que assina o comprovativo dos testes da Covid-19, mas sim, o especialista em laboratório”, sustentou.

Informou que, qualquer pessoa que queira efectuar o teste, primeiro, faz o cadastramento no Gabinete Provincial da Saúde Pública, onde é dado um número a apresentar na delegação das Finanças para o depósito do valor a ser canalizado na Conta Única do Tesouro. “E isso tem sido feito”, referiu.

Anunciou que a província da Huíla realizou até ontem, mais de mil testes da Covid-19.

Fonte: PA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments