Domingo, Abril 21, 2024
Publicite Aquí
InícioActualidadeCiúmes entre polícia e administrador do Sambila deixa população de “tanga”

Ciúmes entre polícia e administrador do Sambila deixa população de “tanga”

Os moradores do Ditrito Urbano do Sambizanga criadas pelo actual administrador da urbe deixam de funcionar por ciúme policial. A equipe de Tomás Bica,   destapou o véu das autoridades policiais no Sambila.     

As Brigadas de Vigilância Comunitária (BVC), instaladas em diferentes bairros do distrito urbano do Sambizanga, em Luanda, iniciativa do
administrador Tomás Bica, que já permitiu desactivar 47 grupos de delinquentes, deixam de exercer papel operacional, de intervenção e de
patrulhamento das ruas, actividades que a Polícia Nacional(PN) entende ser da sua exclusividade.
Em declarações ao Novo Jornal, o comissário Mateus André, 2.º comandante provincial de Luanda da PN, disse reconhecer a importância das BVC nas
acções de combate à criminalidade, mas realçou a necessidade urgente de uma reestruturação das mesmas.
“As sociedades regem-se por regras e, portanto, há atribuições de pertença de algumas instituições. Qualquer cidadão, à luz da lei, pode deter um infractor, mas deve, imediatamente, apresentá-lo, num período útil, às autoridades competentes. As BVC realizam uma actividade que entendemos ser uma atribuição específica da PN, e é por esta componente operacional e de intervenção que pretendemos retirá-las”, sublinhou o comissário

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments