Terça-feira, Maio 21, 2024
Publicite Aquí
InícioActualidadeMais 51 casos e três óbitos

Mais 51 casos e três óbitos

Angola registou, nas últimas 24 horas, 51 novos casos de Covid-19, três óbitos e a recuperação de 27 pacientes, informou, ontem, em Luanda, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

De acordo com a minis-tra da Saúde, dos 51casos novos, 31 foram notificados em Luanda, oito no Huambo, três no Bié, igual número na Huíla, dois em Malanje e um nas províncias da Lunda-Norte e Moxico. Os infectados, frisou Sílvia Lutucuta, têm idades compreendidas entre 3 meses e 88 anos, sendo 28 do sexo masculino e 23 do sexo feminino. Em relação às mortes, a ministra da Saúde esclareceu que duas ocorreram em Luanda e uma em Benguela. Trata-se de cidadãos nacionais com idades compreendidas entre 37 e 77 anos.  

Em relação à recuperação de pacientes, Sílvia Lutucuta disse que 10 foram no Huambo, oito na Lunda-Norte, igual número no Bié e um em Luanda. Os recuperados têm idades entre 14 e 63 anos. Com estes dados, o país contabiliza 20.163 casos positivos, dos quais 478 óbitos, 18.623 recuperados e 1.062 activos. Dos activos, nove estão em estado crítico a receber tratamento por ventilação mecânica invasiva, 12 em situação grave, 81 são considerados moderados, 72 têm sintomas leves e os restantes são assintomáticos.  

A ministra da Saúde informou que nos centros de tratamento da Covid-19, a nível do país, estão internados 174 doentes. Em quarentena institucional estão 132 cidadãos e 1.903 sob investigação epidemiológica.O Laboratório de  Biologia Mulecular processou 1.049 amostras, das quais 51 foram positivas. Desde o início da pandemia da Covid-19 foram processadas 370.571 amostras, tendo 20.163 resultado positivo. 

Em relação à testagem serológica rápida realizada nas entradas e saídas da província de Luanda, a ministra referiu que, nas últimas 24 horas, foram testados 757 passageiros, dos quais 60 foram reactivos.  

Vacinação
As vacinas contra a Covid-19  AstraZeneca, Pfizer, Novavax, Moderna e Sputnik estão na lista para a vacinação em Angola, de acordo com a  ministra da Saúde. Sílvia Lutucuta esclareceu que Angola tem estado a acompanhar o processo a nível internacional de forma a encontrar a vacina adequada para o país.  
Além do acompanhamento que está a ser feito, a ministra da Saúde referiu que Angola vai ouvir a opinião da Organização Mundial  da Saúde (OMS) para tomar a melhor decisão sobre as vacinas.

FOnte:JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments