Terça-feira, Maio 21, 2024
Publicite Aquí
InícioPolíticaMPLA leva medicamentos e cesta básicas às populações no Bairro Santa Paciência...

MPLA leva medicamentos e cesta básicas às populações no Bairro Santa Paciência no Zango-5

As populações do bairro Santa Paciência, zona adjacente à centralidade do Zango 5, foram hoje contempladas com medicamentos, cestas básicas e serviços de atendimento médico.

A comunidade alojada num bairro novo, que cresce todos os dias e a ritmo acelerado, enfrenta algumas necessidades, entre os quais de saúde.

Há chefes de família desempregados e sem condições para dar o básico aos seus agregados. No local, estão jovens, mulheres e crianças que precisam de apoio médico e medicamentoso.

Incapaz de assistir impávido e sereno ao sofrimento destas famílias, o secretário itinerante do Comité Provincial do MPLA, Bento Kangamba, em representação do partido, no âmbito das celebrações dos 64 anos dos camaradas, transmitiu solidariedade para minimizar o sofrimento dos membros daquela comunidade.

Bento Kangamba fez-se acompanhar do primeiro secretário do MPLA de Viana, Euclides Faria.

Antes de se deslocarem a povoação de Santa Paciência, Bento Kangamba e Euclides Faria inauguraram dois CAP’s do MPLA em Viana.

Em meio a um clima de festa entre camaradas, o militante do MPLA preferiu realizar um gesto nobre e humano, que muito ajudam a mudar a vida das populações.

Para o bairro Santa Paciência, o secretário Itinerante do MPLA levou 25 cisternas com 35 mil litros de água cada; várias cestas básicas com produtos alimentar de primeira necessidade; medicamentos e uma equipa de médicos, para atender casos de doenças, com realce para o paludismo e hipertensão.

Tal como já esperava, para um bairro em que a população enfrenta muitas necessidades sociais, a “prenda” do MPLA chegou àquela população com muito júbilo. Jovens, velhos e crianças rejubilaram de alegria.


Muitos dos moradores do bairro Santa Paciência que aceitaram falar, confessaram que já se sentiam impacientes de tanto esperar por apoios. É o caso de Mateus Daniel, de 20 anos, que recebeu a oferta das cestas básicas com enorme satisfação.


“Estamos muito agradecidos. Vivo apenas com a minha mãe e a minha irmã. Com esta ajuda, vamos poder ter o que comer e beber”, disse, visivelmente satisfeito.

Víctor Emanuel, de apenas sete anos, é também a imagem da alegria da comunidade com a chegada de bens de alimentares de primeira necessidade.


“Agradecemos muito a ajuda do pai Kangamba. Muito obrigado mesmo”, disse o pequeno, sorridente e muito simpático.

A jovem Mãezinha, de apenas 16 anos, grávida de seis meses teve a oportunidade para fazer a sua primeira consulta de gestante.


“Estou muito feliz com esta ajuda. Nunca tinha ido à consulta. Obrigado tio Bento, por nos trazer água e comida”, foram as únicas palavras da menina. Já a mãe, igualmente contente, agradece: “Obrigado meu filho Bento Kangamba. Deus te ajude”.

Os médicos que prestaram atendimento aos habitantes da zona não têm dúvidas de que o gesto do MPLA vai ajudar a resolver muitos problemas de saúde na comunidade de Santa Paciência. Asseguram que o atendimento médico aos moradores da zona será feito durante quatro a cinco dias, de formas a cobrir o número de necessitados.


“Estamos aqui numa acção do MPLA enquadrado nas festividades do 10 de Dezembro. E gestos como estes devem continuar a ser repetidos. Encontramos, aqui, pacientes com várias patologias. Os sintomas de paludismo são os mais frequentes”, observou Bukima João, especialista em medicina geral.

Já o médico Albano Eugénio aplaude a iniciativa do Partido, de prestar maior atenção a povoação, sobretudo nesta fase de pandemia.

“Estas populações não respeitam as medidas de prevenção contra a Covid. Com este apoio, tudo fica mais fácil para elas e podem respirar de alívio”, destacou.

Os apoios levados pelo MPLA chegaram ao bairro Santa Paciência numa altura em que muitas famílias não sabiam como iriam passar a festa de Natal. Os moradores há muito que esperavam ser contemplados com cesta básica, quer de associações filantrópicas, quer de instituições governamentais ou privadas.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments