Domingo, Maio 19, 2024
Publicite Aquí
InícioActualidadeProjecto leva assistência médica a 34 municípios do país

Projecto leva assistência médica a 34 municípios do país

O Projecto de Fortalecimento do Sistema de Saúde (PFSS), que está a ser implementado desde 2018 pelo Governo angolano com apoio do Banco Mundial, está a garantir a assistência em 34 municípios em serviços primários de saúde.

De acordo com o assistente de Saúde Pública do PFSS, Henriques Kiasotoka, aproximadamente 70 unidades sanitárias foram apetrechadas e 250 técnicos de saúde formados, desde o arranque do projecto, em 34 municípios das províncias de Luanda, Benguela, Moxico, Bengo, Cabinda, Cuando Cubango, Cuanza-Sul, Lunda-Norte, Uíge e Malanje.
Henriques Kiasotoka avançou os dados, ontem, durante um seminário virtual que decorre até hoje com objectivo de apresentar as acções para 2021. Com duração de cinco anos, O Projecto de Fortalecimento do Sistema de Saúde está avaliado em 110 milhões de dólares.”No seminário estão a ser divulgadas acções realizadas a nível dos municípios, onde os directores de Saúde vão apresentar os planos de actividade para o próximo ano”, disse Henriques Kiasotoka.O assistente realçou que o PFSS tem como objectivo contribuir para melhorar a qualidade dos serviços de saúde nas províncias e municípios alvo, bem como garantir o financiamento, com a mobilização de recursos suficientes para a prestação de melhores serviços e equidade, de acordo com a necessidade de cada localidade.

O projecto conta também com apoio de outros parceiros como a Aliança de Vacinação (GAVI), o Rediz Regional, UNICEF e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Realçou que o trabalho é feito com as direcções municipais de Saúde e a elaboração de um plano operacional baseado nas necessidades de cada município, que são financiados com o fundo do Banco Mundial.O projecto tem organizado brigadas móveis, para atender campanhas de vacinação e reabilitação das unidades sanitárias. O PFSS promove, igualmente, formação e capacitação de técnicos e quadros das direcções de Saúde, além da distribuição de equipamentos hospitalares e medicamentos.

Avançou que os beneficiários do projecto têm sido, na sua maioria, mães, adolescentes e crianças. “Dentro do programa, realizamos actividades de educação sexual, planeamento familiar, incutindo também bons comportamentos diante da sociedade. Para os mais pequenos, temos intensificado o programa de vacinas. A última terminou no dia 12 deste mês”, realçou.Com a situação da pandemia da Covid-19 que o país vive, Henriques Kiasotoka, garantiu que o projecto tem mantido as actividades através de reuniões concertadas com os municípios, realizadas em conferências online.

O assistente revelou que, dentro do Projecto de Fortalecimento do Sistema de Saúde, existe um projecto-piloto, intitulado como o Financiamento Baseado em Resultados (FBR), que permite um fluxo regular de recursos, disciplina na gestão, geração de informação para a gestão do sistema e, acima de tudo, o incentivo pela adesão às normas.Acrescentou que o projecto-piloto consiste em remunerar as actividades que são realizadas por técnicos de saúde em quatro municípios, a ideia é motivá-los com o seu trabalho. Formado em Análises Clínicas e Saúde Pública, Henriques Kiasotoka faz parte dos projectos do Banco Mundial há cerca de 15 anos.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Recent Comments